Poesias

  • Poetizando

    Autor: Maria Rosineide da Conceição Araújo

     Eu sonho com uma pátria educadora

    Que seja efetivamente libertadora

    Que seus educadores sintam orgulho

    Em transmitir o bem mais precioso do mundo
     
    Que a aprendizagem seja prazerosa em toda instância
     
    Fugindo assim de todos a ignorância
     
    Chave para o insucesso
     
    Caminho para o regresso
     
    Que gera sem cessar o retrocesso
     
    (...)
     
    Reajam, jovens promissores
     
    Exijam educação com excelência
     
    Valorização em sua total consciência
     
    E assim teremos um futuro germinando
     
    E a educação com seus próprios pés caminhando
     
    Professores sendo valorizados e se valorizando
     
    E o país uma nova história ganhando.
  • O Poeta sem cultura

    Autor: Adeir Ferreira Alves

     Quem não sabe onde nasci

     
    Não sabe onde fui criado
     
    Não conhece minha escola
     
    No mundo discriminado
     
    Por isso o meu diploma
     
    É de acordo com o idioma
     
    Do colégio onde fui formado.
     
    Cheguei ao fundo do poço
     
    Em sofrimento profundo
     
    Ali me considerei
     
    O entulho que afeta o mundo
     
    Clamei ao Deus de Israel
     
    E comecei ouvir tropel
     
    De segundo em segundo.
     
    Uma noite eu sonhei
     
    Que havia alguém ao meu lado
     
    Com as duas mãos estendidas
     
    E dizia filho amado
     
    Eu nunca te abandonei
     
    Já te capacitei
     
    Porque ouviu o meu chamado.
     
    De Imediato consegui emprego
     
    De gari da prefeitura
     
    Depois passei a vigia
     
    Pela conduta. Não por leitura
     
    Nas agendas jogadas fora
     
    Comecei escrever história
     
    Já mudei minha figura.
     
    Todas as frases que escrevo
     
    Tem muitas letras incorretas
     
    Muitas palavras não existem
     
    E muitas saem incompletas
     
    Glória a Deus nas alturas
     
    Me formei sem ter leitura
     
    Mas pelo dom de ser poeta.
     
    Daquele fundo de poço
     
    De onde fui retirado
     
    Eu recebi meu diploma
     
    Registrado e assinado
     
    O poeta sem leitura
     
    Recebeu a formatura
     
    Sem nunca ter estudado.
  • Santa Clara

    Autor: Márcia Villaça da Rosa

     Poesia moderna, poesia concreta, poesia pós-moderna... Há tantas formas de se produzir um poema! Cada um em uma época  e em um determinado momento social e político, mas de todas as formas há de se colorir esta tela mediúnica que é a vida!

     
    Poesia minimalista, poesia renascentista, poesia espiritualista... A palavra e a linguagem, comunicação aprimorada que a todo dia se modifica, são instrumentos nas mãos do artista! Santa Clara, livro que reúne poesias da autora, pretende deixar o leitor à vontade para que encontre, em cada passagem de um poema, sua forma de interpretar o momento passado e não revelado, o 
    desejo escondido e alado, a fé buscada e prometida! 
    Mãos à obra, viva Santa Clara!
     
     
     

     

1 2 3
Desenvolvedor SA DesenvolvedorSA & ArpaDesign arpaDesign © Editora Nelpa | Todos os direitos reservados.